depois daquela NOITE | capítulo 10



CENA 1 - EXT. / PRAÇA - DIA.

Juliano se afasta de Caio.

JULIANO irritado: Isso aqui acabou!

Juliano desce do carro e sai andando com pressa. Caio bate no volante sem saber o que fazer. De longe, Nádia chora e arranca com o carro. CORTA PARA:

CENA 2 - INT. / APARTAMENTO DE TEREZA - NOITE.

Ao som de "Será - Lagum ft. Iza", Tereza se maquia. Depois de alguns minutos, Manuela entra.

TEREZA preocupada: Você demorou!

MANUELA: Você nem imagina o que aconteceu.

TEREZA: Me conta enquanto termino aqui. 

MANUELA: Você quer ajuda?

TEREZA se anima: Mas é claro! Você faz aquele gatinho no meu olho que só você sabe?

MANUELA sorri: Pra já!

TEREZA: Hoje tem uma festa, você quer ir?

MANUELA: Melhor não. Por enquanto vou dar um tempo de festas e deixar a poeira baixar um pouco.

As duas continuam conversando. CORTA PARA:

CENA 3 - INT. / CASA DOS PEREIRA/QUARTO DE MARIANA - NOITE.

Mariana está terminando de se arrumar quando Matheus chega na porta.

MATHEUS: Você está pronta?

MARIANA: Aonde você pensa que vai?

MATHEUS: Combinei de ir na festa com o Tadeu. 

MARIANA vai até Matheus e senta com ele na cama: Você veio pra cá pra descansar e se cuidar. Você não acha que está saindo demais? Se arriscando demais?

MATHEUS: Você sabe o que eu penso sobre tudo isso. Eu não vou ficar aqui vendo a vida passar... eu não vou deixar de viver!

MARIANA: Não está mais aqui quem falou!

Matheus beija a testa da prima. 

MATHEUS: Eu vou indo. Nos encontramos lá?

MARIANA: Sim, nos encontramos lá!

Matheus sai. CORTA PARA:

CENA 4 - INT. / APARTAMENTO DE TEREZA/SALA DE ESTAR - NOITE.

Tereza pega seu celular e se prepara para sair.

TEREZA: Tem certeza que não quer ir?

MANUELA: Tenho sim! Vá e se divirta!

Nesse momento, Manuela se levanta e vai até Tereza.

MANUELA: E muito obrigada por tudo o que você vem fazendo por mim. Eu não sei como posso te agradecer por isso.

TEREZA: Continue com a cabeça no lugar e nunca me esconda mais nada. Estou aqui para te ajudar!

Tereza sai. CORTA PARA:

CENA 5 - INT. / APARTAMENTO DOS CORREA/QUARTO DE JULIANO - NOITE.

Juliano está deitado quando Marília bate na porta.

JULIANO: O que foi agora mãe?

MARÍLIA: Quero conversar com você.

JULIANO: Eu não estou afim de conversar agora. Preciso ficar sozinho!

MARÍLIA: Por favor, deixe a sua mãe falar com você.

Juliano se levanta e abre a porta.

JULIANO: O que foi mãe?

MARÍLIA acariciando o rosto do filho: Eu vi o estado que você chegou e queria saber o que aconteceu. Está tudo bem?

JULIANO chorando: Não é nada. 

MARÍLIA: O que está acontecendo com meu menino que não conversa mais comigo? 

JULIANO: Eu não sou mais criança pra ir chorar no seu colo quando algo acontecer.

MARÍLIA emocionada: Você sempre vai ter o meu colo pra chorar. E agora me fala, o que aconteceu? Eu nunca vi você desse jeito por ninguém.

JULIANO: E quem disse que eu estou assim por alguém?

MARÍLIA: Ah meu filho, eu já tive a sua idade e sei bem como é a dor de amor. 

JULIANO ri: Amor?

MARÍLIA: O amor é lindo, e você não deve nunca achar que ele não existe. 

JULIANO: E quando você soube que era amor com o meu pai?

MARÍLIA: Não se dá pra explicar, é algo realmente mágico e que só acontece uma vez. E quando acontecer, você vai saber. 

Ele chora no colo da mãe quando seu celular toca.

MARÍLIA: Não vai atender?

JULIANO: Deve ser a Tereza!

MARÍLIA: Atende! Vai ser bom conversar com uma amiga.

JULIANO: Temos uma festa hoje, mas eu não estou muito afim de ir.

MARÍLIA: Agora eu sei que a coisa é séria. Você recusando festa?

JULIANO ri: Para mãe!

MARÍLIA: É esse sorriso que eu quero ver nesse rostinho lindo.

Ela beija a testa do filho. CORTA PARA:

CENA 6 - INT. / CASA DOS MOTTA/ENTRADA - NOITE.

Caio está aguardando Nádia com um jantar, e pouco tempo depois ela entra pela porta. 

CAIO: Por onde você andou meu amor? Estava preocupado!

Nádia entra em silêncio.

CAIO: Eu preparei um jantar pra gente. Eu sei que ando em falta, mas quero me redimir.

Nádia, ainda em silêncio, coloca a bolsa em cima do sofá.

CAIO: Aconteceu algo? Você está bem?

Caio se aproxima de Nádia que se afasta.

CAIO: O que houve?

NÁDIA: É você quem tem que me dizer. O que está acontecendo?

CAIO: Eu não estou entendendo.

Nádia vai até a mesa.

NÁDIA: Você preparou tudo isso pra mim?

CAIO: Sim, gostou?

NÁDIA ri: O que você deve achar de mim né? Que eu sou uma palhaça?

CAIO nervoso: Você está me deixando nervoso. Você pode me explicar o que está acontecendo? 

Nádia joga tudo no chão em um excesso de fúria. 

CAIO nervoso: O que você está fazendo?

NÁDIA grita: Eu odeio você! Eu tenho nojo de você! Veio me preparar um jantar depois de se encontrar com aquele rapaz?

CAIO fica chocado: Do que você está falando?

NÁDIA começa a dar soco em Caio: Você não ouse tentar me fazer de idiota. Já não basta esses anos todos? Quanto tempo você me engana? Quanto tempo você me trai? QUANTO TEMPO?

CAIO segura os braços de Nádia: Você precisa ficar calma. O bebê! Fica calma e vamos conversar!

NÁDIA chora: Eu não acredito em nada que saia da sua boca. E agora você está preocupado com seu filho? Agora você lembra que eu estou grávida?

CAIO chora: Me perdoa!

NÁDIA com ódio: Eu nunca vou te perdoar! Você é uma vergonha! 

CAIO chora: Me escuta!

NÁDIA grita: Suma daqui! Suma daqui! Eu não quero você aqui nem mais um minuto!

Caio se levanta e pega a chave de carro.

CAIO: Eu vou, mas volto pra gente conversar. 

Ele sai. CORTA PARA: 

CENA 7 - EXT. / RUA/ESQUINA - NOITE.

Matheus e Tadeu estão parados quando Tereza chega.

TEREZA: Agora vocês não se desgrudam?

MATHEUS: Parece que tem alguém com ciúme. 

TADEU: Ela fala, mas está de amiguinha nova também. 

TEREZA: Vai começar?

TADEU: Quero ver até quando essa paz vai continuar reinando.

TEREZA: O Leonardo vem?

TADEU: Acho que não. Desde que terminou com a Caroline nunca mais deu as caras.

TEREZA: E a Caroline? 

TADEU: Ela disse que vem.

MATHEUS: Não vai perguntar pela Mariana?

TEREZA: Eu tenho o número dela, se eu quisesse falar com ela mandava mensagem.

TADEU: Vendo assim de perto, sabe que eu acho que o Juliano tem razão?

TEREZA: Me poupe.

Tereza sai andando.

TEREZA: Vocês vão ficar aí parados? 

MATHEUS: Tem razão no que?

TEREZA olha com cara feia para Tadeu: E você vai dar ouvidos ao que esses dois idiotas tem pra falar?

MATHEUS: Falando no Juliano, ele não vem?

TEREZA: Ele disse que vem, mas só mais tarde. Disse que a gente podia ir na frente.

Eles continuam andando. CORTA PARA:

CENA 8 - INT. / CASA DOS MOTTA/BANHEIRO - NOITE.

Nádia sai do banho chorando e começa a se secar, ao secar seu corpo percebe um sangramento no meio de suas pernas e se desespera. Ela sai rápido pela casa para pegar seu celular, mas no meio do caminho tropeça em um tapete e acaba caindo, batendo a cabeça na ponta de um dos móveis da sala. CORTA PARA:

FIM DO CAPÍTULO 10

Postar um comentário

0 Comentários