depois daquela NOITE | capítulo 17


CENA 1 - EXT. / PRAÇA - DIA.

Matheus olha para Juliano sem entender o que ele quer dizer.

MATHEUS preocupado: Do que você está falando?

MARIANA desconfiada: O que você precisa me contar?

Tereza não esconde o nervosismo, assim como Matheus. Nesse momento, ele é surpreendido pela mão de Juliano encostando na sua.

JULIANO: Ele passou a noite comigo, mas preferiu não atropelar as coisas e quis deixar em off.

MARIANA mais tranquila: Eu não acredito que você está se envolvendo com alguém e eu não fui a primeira a saber. Cadê a consideração?

MATHEUS sem graça: É que não é nada demais. 

MARIANA: Como não? Claro que é! E você, como está?

TEREZA: Estou bem!

MARIANA: Nunca mais respondeu minhas mensagens!

TEREZA: Com a Manu lá em casa ando meio ocupada, mas está tudo bem sim. E contigo?

MARIANA: Tudo bem também. Se eu não te conhecesse, diria que está me evitando.

TEREZA: Eu? Te evitando? Claro que não!

MARIANA: Enfim, vou voltar para a minha corrida. Até mais!

TODOS: Até!

MARIANA: E depois vamos ter uma conversa bem séria em casa seu Matheus.

Ela sai. Matheus e Tereza respiram aliviados, e Juliano começa a rir.

CAROLINE: Vocês deviam ter visto a cara que fizeram quando ela chegou. Se ela fosse mais inteligente, pegaria vocês no pulo na hora.

TEREZA: Acho que eu nunca fiquei tão nervosa na vida.

JULIANO começa a rir: É engraçado te ver nessa situação, Tereza. Acho que de todos, nunca pensei que você seria a apaixonada do rolê nos fazendo passar por situações como essa.

TEREZA: Você pode ir com calma que não tem ninguém apaixonado aqui.

JULIANO sarcástico: Claro que não tem!

MATHEUS: Valeu Juliano, salvou a gente!

JULIANO: Eu falei brincando, mas como não tem ninguém apaixonado aqui, se você quiser eu quero.

TEREZA dá um tapa de leve em Juliano: Sua safada! 

Eles começam a conversar. CORTA PARA:

CENA 2 - INT. / MORRO/CASA DE MÁRCIO/QUARTO DE RENATO - DIA.

Renato está deitado escutando "Velha Infância - OutroEU" quando Márcio abre a porta sem bater e o assusta.

RENATO: Poxa, eu já pedi pra você bater na porta quando for entrar.

MÁRCIO agressivo: E eu lá tenho que pedir permissão para andar pela minha casa! Tens visita. Mando entrar?

RENATO: Quem?

MÁRCIO agressivo: Adivinha? Daqui a pouco vou achar que a vadia que está pegando é a Manuela.

RENATO: Ficou louco? Claro que não!

MÁRCIO agressivo: Ela está vindo todos os dias aqui, até parece que está com saudade da vida que levava. 

RENATO calmo, já que percebe a alteração de Márcio: Pode pedir para ela vir aqui? Por favor?

Márcio chama Manuela que vai até o quarto.

MÁRCIO: Vocês fiquem bem ligadinhos no que falam aqui, e você garota, pensa bem antes de se meter comigo de novo. Se eu descobrir que teu envolvimento com meu irmão é por causa de droga, você não vai ter outra chance.

MANUELA: Fica tranquilo cara, eu estou limpa! Confia em mim!

MÁRCIO ri: E eu lá sou cara de confiar em viciada? Acha que eu nasci ontem? Já sabe né? O aviso foi dado!

Márcio deixa os dois sozinhos, e Renato fecha a porta. 

RENATO irritado: Hoje é um daqueles dias que ele deve ter misturado de tudo. Por isso eu nem sai do quarto... E você, o que está fazendo aqui?

MANUELA: O pessoal saiu para um rolê que eu não quis ir, e eu decidi vir aqui.

RENATO: Você recém parou com as merdas todas, não acha que vir aqui é pedir para ter uma recaída?

MANUELA: Eu estou bem. Juro!

Os dois começam a conversar. CORTA PARA:

CENA 3 - EXT. / PRAÇA - DIA.

Já no final da tarde, os amigos começam a arrumar as coisas para partirem. 

TEREZA: Quem está afim de ir lá pra casa assistir um filme?

MATHEUS: Eu estou desde ontem fora de casa, e se não chegar hoje, vou ouvir da minha tia. Deixamos para amanhã?

TEREZA: Mas hoje é sábado!

MATHEUS: Eu vou ir em casa, e qualquer coisa vou pra lá, mas tenho que pelo menos dar um sinal de vida.

TEREZA: Tudo bem!

JULIANO: Eu vou pra casa, não estou muito legal.

CAROLINE: Eu vou aproveitar e ir pra casa também. Quero ficar debaixo das minhas cobertas e curtir um pouco das minhas séries.

TEREZA: Vão todos me deixar sozinha? 

MATHEUS: A Manu vai estar lá.

TEREZA: Acabei de ver um story dela com o Renato. Será que eles estão se pegando?

JULIANO: Ela está com ele? Você sabe onde ele mora? Sabe algo dele?

TEREZA: Não, só sei que ele foi quem a ajudou sair da vida louca que ela estava. Parece ser um garoto bem legal e é um gato.

MATHEUS ri: Devo me preocupar?

TEREZA ri: Por enquanto não, mas quem sabe.

Todos se despedem. CORTA PARA:

CENA 4 - INT. / RESIDÊNCIA DA FAMÍLIA NUNES/SALA DE ESTAR - NOITE.

Caroline chega e Flávia está se arrumando, surpreendendo a filha. 

CAROLINE: Acho que entrei na casa errada.

FLÁVIA: Oi filha, tudo bem?

CAROLINE: Aonde você vai assim?

FLÁVIA se olha no espelho: Assim como? Estou feia? Faz tanto tempo que não me arrumo pra sair na noite...

CAROLINE: Você não é mais uma garota pra ficar saindo na noite, e com quem você vai sair?

FLÁVIA desanimada: Eu vou ir em um barzinho com a Nádia. Decidimos afogar nossas mágoas em outro lugar que não seja em nossas residências.

CAROLINE irritada: Sabe o que eu não entendo? Que há dois dias estava morrendo pelo papai, e agora está super bem e indo para bares com as amigas.

FLÁVIA: Você quer que eu fique aqui dentro sofrendo pelo seu pai pelo resto da vida?

CAROLINE irritada: Não coloque palavras na minha boca!

FLÁVIA chorando e nervosa: Mas é isso que está saindo dessa merda de boca! O que você quer que eu faça? Que eu continue me sentindo um lixo? Quer que eu afunde cada vez mais até não conseguir mais sair? Que eu desista? 

CAROLINE assustada: Desculpe, eu não quis...

FLÁVIA chorando e nervosa: Sim, você quis. Desde quando me reaproximei da Nádia e venho saindo desse casulo, você vem me tratando como se eu fosse uma criminosa. E eu não vou aceitar, não vou aceitar que você me coloque como a vilã da história. E agora, eu vou para o meu quarto terminar de me arrumar!

CAROLINE assustada: Mãe...

FLÁVIA nervosa: Eu não quero falar com você hoje. Eu quero que você vá em suas redes sociais e procure pelo nome do seu pai. Talvez você queira conhecer a nova esposa, mesmo que de forma digital.

Flávia nem espera Caroline responder e vai para o quarto. CORTA PARA:

CENA 5 - INT. / CASA DA FAMÍLIA NUNES/QUARTO DE FLÁVIA - NOITE.

Ao som de "De Tanto Amor - Daniela Mercury", Flávia se olha no espelho e chora. Ela começa a limpar a maquiagem, e apenas com a música de fundo, manda uma mensagem para Nádia desmarcando o compromisso. CORTA PARA:

CENA 6 - INT. / APARTAMENTO DE NÁDIA/QUARTO - NOITE.

A música continua. Nádia está se olhando no espelho, mas ainda nem começou se arrumar. Seu rosto está inchado, provando que estava chorando. Ao receber a mensagem, ela responde com um 'Ok', apaga as luzes e volta para a cama ainda bagunçada. CORTA PARA:

CENA 7 - INT. / CASA DA FAMÍLIA NUNES/QUARTO DE FLÁVIA - NOITE.

A música continua. Caroline fecha a porta e liga seu notebook. Em suas redes, começa a pesquisar o nome de seu pai, até que acha. Em suas últimas postagens, fotos com a nova esposa e um garoto adolescente, provavelmente filho da mulher. Postagens deixam evidente o quanto ele é feliz, e adora compartilhar o dia-a-dia na internet. Ela começa a chorar e fecha o notebook, indo deitar em seguida. Na rua, alguns trovões ameaçam um temporal. A música termina. CORTA PARA:

CENA 8 - INT. / MORRO/CASA DE MÁRCIO - NOITE.

Márcio e Catarina estão escutando música alta e bebendo quando Manuela sai do quarto em direção ao banheiro. Márcio e Catarina se olham como se entendessem o que cada um estava pensando. Depois de algum tempo, Manuela sai do banheiro, e Márcio vai até ela.

MÁRCIO a abraça: Você sabe que eu não guardo rancor das pessoas né? 

MANUELA assustada: O que você quer dizer com isso?

MÁRCIO ri e passa uma garrafa de cerveja para ela: Para você relaxar!

CATARINA: Isso, relaxa! Vamos relembrar os velhos tempos?

MANUELA: Eu estou fora!

MÁRCIO: Vai fazer uma desfeita dessas? Eu estou lhe dando! Com todo o meu coração e amizade!

Enquanto falam, Catarina faz três carreiras de cocaína. Ela cheira a primeira. Na segunda, ela dá o canudo para Manuela, que se recusa a pegar. Márcio pega e cheira a segunda.

MÁRCIO: Você não quer? Não tem problema! Eu vou deixar aqui para caso mude de ideia, mas você vai nos fazer companhia um pouco. Está o dia todo trancada naquele quarto com o Renato, sendo que a gente sabe que a sua turma mesmo é essa aqui. Sempre foi! Bebe, bebe a cerveja!

Manuela bebe a cerveja, ainda se sentindo desconfortável com a situação, olhando para a porta de Renato para ver se ele sai de lá. Eles começam a dançar, e levam ela no ritmo. Ela tenta se soltar, para fazer o que querem. Ela começa a beber e começa a se divertir com aquilo. Ela olha para a mesa, onde está a carreira de cocaína, mas consegue se controlar. 

MÁRCIO: Vai, mais uma!

Catarina faz mais duas, e os dois cheiram na frente de Manuela, que acaba não resistindo. Ela pega o canudo da mão de Márcio e cheira. Nesse momento, Renato sai do quarto.

RENATO: O que você está fazendo? Ficou louca?

MANUELA: É só hoje! Eu juro!

RENATO: O que você está fazendo? Estava tão bem!

MÁRCIO empurra Renato: Você não está vendo que a sua amiga está bem? Se não quer se juntar, vá para o seu quarto e não discute comigo!

CATARINA se aproxima de Renato: Isso mesmo, vai para o seu quarto se não quer participar. 

Nesse momento, Catarina puxa Manuela e lhe beija. 

MÁRCIO grita: Eita que isso está ficando bom!

Márcio se junta e os três começam a se beijar. Renato vai para o quarto. A música "Romeo+ - Thiago Pethit" começa a tocar. Nesse momento, Catarina joga Márcio em um sofá, e beijando Manuela, as duas vão tirando uma a roupa da outra.

MÁRCIO rindo: Eu sou um cara de muita sorte!

MANUELA: Eu quero mais! Cadê?

CATARINA: Calma mocinha!

MÁRCIO: Dá mais pra ela, vai! Hoje a noite é nossa!

Catarina faz mais três carreiras, e os três cheiram. 

CATARINA: Agora é você!

Catarina e Manuela sentam e Márcio começa a tirar a roupa. Nesse momento, as duas começam a percorrer o corpo dele com a língua, tirando o restante com a boca. Ele pega as duas com uma pegada forte, pelo cabelo. CORTA PARA:

CENA 9 - INT. / CASA DOS PEREIRA/SALA DE ESTAR - NOITE.

A chuva começa a cair na rua. Matheus entra em casa, e Mariana está à sua espera.

MARIANA preocupada: Que bom que chegou!

MATHEUS: Podemos conversar sobre isso mais tarde?

MARIANA preocupada: Não é sobre isso que eu quero conversar com você. 

MATHEUS: Que cara é essa?

MARIANA preocupada: Você não sabe quem estava aqui quando eu cheguei. 

MATHEUS: Fala logo!

Suspense. CORTA PARA:

CENA 10 - INT. / HOTEL/RECEPÇÃO - NOITE.

Matheus chega e é autorizado a entrar, ele pega o elevador, seu semblante é de irritação e raiva. Ele chega no quarto 720, e aperta a campainha. 

CECÍLIA emocionada: Meu filho, você não sabe o quanto eu esperei por esse momento!

MATHEUS irritado: O que você veio fazer aqui? Quer que eu morra mais cedo? 

Cecília fica em silêncio. CORTA PARA:

FIM DO CAPÍTULO 17


Postar um comentário

0 Comentários