depois daquela NOITE | capítulo 22


CENA 1 - INT. / MORRO/CASA DE MÁRCIO - NOITE.

Catarina continua sorrindo e provocando.

CATARINA: Ele desligou o chuveiro. Você vai esperar ele nos flagrar desse jeito? O que você vai inventar para se sair bem dessa história toda?

MANUELA solta Catarina: O que você ganha fazendo isso? É ciúme? Inveja? Eu deixo ele pra você. Você quer que eu nunca mais o procure? Eu faço isso. Mas não mexa com o Renato, você sabe que ele não tem nada a ver com isso.

CATARINA: Que fofinha tentando proteger o amigo viado. Confesso que quase me emocionou!

Nesse momento, Márcio chega na sala.

MÁRCIO: Não sabia que você estava aqui Catarina. O que estão falando? Quem é viado?

As duas se encaram. CORTA PARA:

CENA 2 - EXT. / CACHOEIRA DA CIRENAICA - NOITE.

Tereza está com os cabelos molhados quando sai da barraca. Todos estão em volta de uma fogueira conversando, menos Renato que está na barraca.

TEREZA: Esfriou né? Não sabia que aqui era assim. 

MATHEUS: Eu tenho um casaco na barraca. Você quer usar?

TEREZA direta: Não. Obrigado!

TADEU: Eu estava aqui pensando que o Matheus bem que poderia fazer um drink pra gente daquele jeito que só ele sabe fazer né? 

MATHEUS: Mas já começar a beber?

JULIANO: Você prepara a bebida pra nós e eu vou preparar algo para beliscarmos. O que preferem? Na caixa térmica tem carne que podemos assar. O problema é a churrasqueira que ficou no carro.

TADEU: Sem chances eu fazer aquela trilha novamente. Ainda mais de noite!

TEREZA: Acho que é até perigoso pegar essa trilha de noite. Deixamos a carne para amanhã!

TEREZA: Tem alguns sanduíches, salgadinhos... amanhã vimos o que fazemos e quem vai pegar a churrasqueira. Tem que ir mais de um pra ajudar a trazer quando um cansar.

JULIANO: Sobre isso não tem problema! Eu e o Renato vamos!

Tereza olha com cara maliciosa para Juliano e ele ri e faz sinal negativo com a cabeça.

TEREZA: Você está caidinho por ele!

JULIANO: Ele é meu amigo!

TEREZA: E por qual motivo ele não se mistura?

JULIANO: Eu não sei muito bem os reais motivos, mas acho que é a primeira vez que ele faz uma amizade com amigos. Ele está meio tímido, mas disse que já vai vir aqui.

TEREZA: Vou dar um porre e nele e ver se essa pose de bom moço continua.

JULIANO: Você nem ouse fazer isso.

TEREZA: Vou fazer ele se divertir. Se é a primeira vez que ele sai pra longe que seja inesquecível.

Nesse momento, Renato sai da barraca e se senta ao lado de Juliano.

TEREZA: Estava aqui falando com o Juliano. O que acha de tomarmos algo pra começar a esquentar? O Matheus está preparando uns drinks. 

RENATO: Com certeza!

Juliano vai ajudar Matheus preparar as bebidas e Tereza continua conversando com Renato. Pouco tempo depois, eles escutam um barulho vindo da trilha.

TEREZA: Vocês estão ouvindo? 

TADEU: Deve ser algum bicho no mato.

TEREZA: Sei lá, parece que está se aproximando!

TADEU: Cadê a Tereza que eu conhecia? Desde que chegou parece outra pessoa.

TEREZA: Sei lá. É escuro, não tem pra onde ir se algo nos acontecer.

TADEU: Desde quando você é uma pessoa negativa e que não curte aventuras? Estou te estranhando.

TEREZA: Quer parar? 

Nesse momento, eles escutam um barulho ainda mais perto e Tereza se assusta. CORTA PARA:

CENA 3 - INT. / RESIDÊNCIA DA FAMÍLIA NUNES/QUARTO DE FLÁVIA - NOITE.

Flávia termina de se arrumar e se olha no espelho. Ao passar um batom vermelho, Caroline passa pela porta e observa a mãe. Flávia se assusta com a presença da filha ao nota-la pelo espelho.

FLÁVIA: Que susto! Está muito tempo aí?

CAROLINE: Aonde você vai?

FLÁVIA: Eu e Nádia decidimos sair hoje. Fazer algo diferente!

CAROLINE: E pra fazer algo diferente precisa se vestir como uma garota de 15 anos? 

FLÁVIA: O que tem de errado na minha roupa? 

CAROLINE: E no batom. Você parece uma...

FLÁVIA: Eu pareço o que Caroline? Termina a frase.

CAROLINE: Você está ridícula!

FLÁVIA grita: Chega! Você entendeu? Chega!

CAROLINE: Eu apenas tento não deixar você fazer papel de idiota. Entende? 

Flávia chega bem perto de Caroline.

FLÁVIA: Sabe por qual motivo você está em casa em um sábado? É que ninguém mais deve suportar essa versão má que você se tornou. Aliás, é uma versão bem falsa e que não combina com você. Se você estiver tentando se transformar no seu pai, não precisa mais fazer nada pois deu super certo. Agora, eu vou sair e quando eu voltar eu espero não te encontrar mais aqui. 

CAROLINE: Do que você está falando?

FLÁVIA: Você é maior de idade e tem um trabalho. Não precisa conviver com a minha idiotice. Eu vou sair com a minha amiga, com essa roupa de uma jovem de 20 anos e quando voltar pra casa não quero ter mais nenhuma merdinha morando comigo. Mesmo essa merdinha sendo a minha filha tão amada. 

CAROLINE irritada: Mas...

FLÁVIA não deixa Caroline falar: Você entendeu o que eu disse? Não ouse estar aqui quando eu chegar. Você não vai gostar do que vai te acontecer!

Flávia pega a bolsa e sai. CORTA PARA:

CENA 4 - INT. / MORRO/CASA DE MÁRCIO - NOITE.

Manuela sorri e tenta disfarçar o clima tenso.

MANUELA: Nada! Catarina estava falando sobre um rapaz que mora lá em cima que acabou de se assumir. Babado!

MÁRCIO: Deus me livre ter essa decepção! Eu tenho muita sorte do meu irmão não ter caído nessa modinha onde todo mundo dessa geração beija todo mundo. É uma pouca vergonha! É um assunto que eu não aceito, e se fosse filho meu eu fazia virar homem na porrada!

MANUELA: Vamos mudar de assunto? A Catarina até já estava de saída, não é?

CATARINA: Eu? Até estava, mas acho que vou ficar por aqui mesmo. Quais são os planos de hoje?

MANUELA irritada: Eu vou tomar um banho. 

Antes de ir, ela passa perto de Catarina.

MANUELA: E você cuida muito bem o que vai falar na minha ausência.

Manuela vai para o banheiro. CORTA PARA:

CENA 5 - EXT. / CARRO - NOITE.

No estacionamento, Flávia entra no carro e começa a chorar sem parar. CORTA PARA:

CENA 6 - EXT. / CACHOEIRA DA CIRENAICA - NOITE.

Tereza não esconde que está assustada. Matheus entrega um copo para Tadeu e Tereza, enquanto Juliano entrega um copo para Renato. 

RENATO: Você não está ouvindo?

JULIANO: Deve ser algum animal no mato. 

Pouco tempo depois, algumas luzes aparece no meio do mato.

TEREZA: É alguém! Tem alguém vindo! Tadeu, você tem certeza que é permitido acampar aqui?

TADEU: Claro que sim, eu pesquisei antes de vir! 

Nesse momento, chegam três homens e uma garota no local. 

SABRINA: Olha, tem gente acampando aqui também!

Os 4 jovens se aproximam e começam a armar as barracas.

TADEU: Não é nenhum monstro, viu? A cachoeira é conhecida, tinha grandes chances de ter mais alguém aqui. 

SABRINA: Boa noite!

BRUNO animado: Boa noite galera!

CARLOS: Opa! Boa noite!

FELIPE: E aí galera, tudo certo? Importam de a gente armar a barraca aqui ao lado? 

TADEU: Claro que não! Podem ficar aí de boa!

Nesse momento, o olhar de Felipe e Tereza se encontram. Matheus percebe. 

MATHEUS: Estava muito melhor só a gente aqui!

JULIANO: Tem cara que são problema.

TADEU: Vocês conseguem relaxar? Estão chatos. Desde que chegaram só sabem reclamar. Ainda bem que chegaram pessoas diferentes, só assim tenho chances de me divertir. 

Tadeu se aproxima deles. 

TADEU: Querem ajuda? 

FELIPE: Se não for incômodo. 

Tadeu começa a ajuda-los e se enturmar. CORTA PARA:

CENA 7 - INT. / RESIDÊNCIA DA FAMÍLIA NUNES/QUARTO DE CAROLINE - NOITE. 

Com as malas arrumadas, Caroline está deitada em sua casa quando começa a mexer no whatsapp. No grupo do trabalho, ela vê uma mensagem de Manuela em uma festa. 

CAROLINE digita: Tudo o que eu precisava hoje! Beber até esquecer dos problemas.

Caroline termina de digitar e bloqueia o celular, mas não demora muito até receber uma resposta.

MANUELA responde: Vem! Vou te mandar a localização! 

Manuela manda a localização em seguida. Caroline levanta. 

CAROLINE: Será? Quer saber...

Caroline começa a mexer em suas roupas para se arrumar. CORTA PARA: 

CENA 8 - INT. / MORRO/NIGHT CLUB - NOITE.

Manuela e Márcio estão em um camarote no clube. 

MANUELA: Eu não vinha aqui há muito tempo!

MÁRCIO: Eu te falei que comigo você nunca sai perdendo. Além de ter o que quer, eu jamais vou te deixar ter uma vida mais ou menos. É sempre mais! Mais! Mais!

Manuela beija Márcio bem na hora em que Catarina chega.

CATARINA: Vendo essa cena eu fico super chateada por ter ido fazer uma visita e ninguém ter me convidado para fazer parte da festa. Cadê a nossa parceria?

MÁRCIO: Decidimos depois que saiu. Sem contar que eu não devo satisfação da minha vida para ninguém né? Tá achando que está falando com quem? 

MANUELA: Pega leve meu amor, ela só quer se divertir com a gente. Deixa ela subir no camarote, afinal Catarina é a responsável por estarmos juntos hoje.

Márcio faz sinal para deixarem Catarina subir. 

MANUELA: E eu também convidei uma amiga do trabalho. Tem algum problema?

MÁRCIO: Claro que não! Você pode tudo!

MANUELA: Ela só não sabe que eu curto outras coisinhas além da bebida. E quero que continue assim!

MÁRCIO: Seu pedido é uma ordem!

Eles começam a dançar. CORTA PARA: 

CENA 8 - EXT. / CACHOEIRA DA CIRENAICA - NOITE.

Agora todos já estão enturmados conversando. Tereza conversa com Sabrina, Juliano e Renato, enquanto Tadeu e Matheus conversam com os rapazes. Todos estão bebendo. 

SABRINA: Então vocês são de Santa Catarina mesmo? Nós viemos de São Paulo e estamos passando as férias aqui. Depois de amanhã partimos para Florianópolis e depois para Balneário Camboriú. 

JULIANO: Você não vai se arrepender! Floripa tem as melhores festas, mas Balneário tem boys maravilhosos!

SABRINA: Tá vendo aquele cara lá? É o Felipe, meu irmão. Analisa bem e vê se ele tem cara de quem deixa eu me divertir como eu poderia. 

JULIANO: Quer dizer que você vai passar as férias sem beijar uma boquinha diferente? 

SABRINA: Vai depender de como as coisas vão acontecer. O Felipe é bem chato, mas também não me importo. Quando topei viajar com ele sabia disso, e vim mais para conhecer o estado. Tenho essa vontade desde quando era mais nova!

Eles continuam conversando. CORTA PARA:

CENA 9 - INT. / MORRO/NIGHT CLUB - NOITE.

Márcio e Manuela saem para ir no banheiro. Catarina está sentada na mesa no camarote quando o celular de Manuela começa a tocar. Ela repara que os dois ainda não estão voltando e pega e desliga. Ela desbloqueia o celular e vai até as mensagens. 

CAROLINE digita: Eu estou aqui! Cadê você?

Catarina olha a foto de Caroline e vai até a grade para encontra-la. De lá, ela vê Caroline perto da porta e vai busca-la. 

CATARINA: Você é a Caroline? Amiga da Manuela?

CAROLINE: Isso mesmo. Onde está ela?

CATARINA: Ela não está muito bem. Ela disse pra você encontra-la no banheiro! É logo ali. 

Catarina aponta para o banheiro feminino. 

CAROLINE: Muito obrigado!

Caroline vai em direção ao banheiro, e ao chegar se depara com a imagem de Márcio e Manuela cheirando cocaína perto da pia. Manuela fica sem reação ao vê-la. CORTA PARA: 

FIM DO CAPÍTULO 22








Postar um comentário

0 Comentários