Header Ads

"Dona Xepa" tem estreia superior a "Balacobaco", mas erra em escalar Ângela Leal como protagonista

 


Quando a Record divulgou o Remake de "Dona Xepa", muita gente torceu o nariz e a novela que substituiria "Balacobaco" em março acabou ficando para maio e eis que a novela estreia com uma audiência animadora para a emissora, mas durante a semana viu os índices caírem por erros da própria como sempre. Desde "Vidas em Jogo" a Record vê seu público se afastar e não é pra menos, após a terrível "Máscaras" vieram novelas que beiraram ao ridículo, com um tom de comédia amador que nem parecia fazer parte de uma emissora como a Record, após novelas ótimas como, "Chamas da Vida", "Poder Paralelo", "Ribeirão do Tempo" que foram novelas como o público da emissora gosta, cheia de cenas de ação e assuntos polêmicos. 

A primeira semana de "Dona Xepa" teve a atenção voltada para Thaís Fersoza que mais uma vez prova de seu talento como a filha ambiciosa de Dona Xepa e também não deixamos de citar Arthur Aguiar que prova ser mais que um simples adolescente que protagonizou a novela teen "Rebelde", seu talento vai muito além disso... Luiza Tomé como a perua Meg Pantaleão teve um pouco acima do tom mais nada que a atriz não possa corrigir com o tempo e teve também Juan Alba, que parece estar interpretando o mesmo personagem da primeira temporada de Rebelde, acho que ele precisa diversificar mais... E por último, Ângela Leal, a protagonista da novela, que pra mim foi um dos maiores erros da novela, a atriz é fraca na comédia e não convence como a feirante. E aquela voz? Irritante...

Enfim, a novela é muito superior a "Balacobaco" e tem uma direção caprichada, assim como a história que tem tudo pra conquistar o público, isso se a Record não fazer o que fez com as antecessoras, mudar o rumo da história em busca de audiência, mudando o roteiro original e colocando mais ação nas cenas, fazendo a novela perder a essência inicial.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.