Header Ads Widget

header ads

A Regra do Jogo chega na reta final deixando muito à desejar

 


A Regra do Jogo foi uma novela irregular. Uma história central muito bem amarrada, mas núcleos secundários bem aleatórios e que não chamavam a atenção. O grande problema dessa novela foi a barriga que teve. Não sei se pode ser chamada assim, mas João Emanuel Carneiro deixou tudo para os últimos dois meses da trama, que chega ao fim daqui um mês. 

Diferente das outras tramas do autor, faltou uma grande vilã. Eu esperava antes da novela estrear, Giovanna Antonelli num grande papel. De fato, Atena é o maior acerto da trama, mas de longe lembra as outras vilãs do autor. O autor avisou que a trama era sobre a redenção de um homem, mas eu não vejo Romero como um homem santo e muito menos redimido, isso eu vejo com Zé Maria, que caiu fora, de fato. 

Apesar disso tudo, A Regra do Jogo tem uma história central interessante e desde que o autor avançou na história, a trama vem despertando atenção, apesar de ter demorado muito para isso. A trama conseguiu ter um aumento na audiência, mas nada muito significativo para a média final. Até os fãs do autor sentiram uma certa estranheza ao acompanhar a trama e isso é válido, nenhum autor tem que fazer certo sempre. A novela não é a pior do horário, mas é a mais fraca do autor. 

Em uma trama futura, espero que ele consiga focar mais na trama central e criar histórias mais interessantes para os núcleos secundários, já que como Cobras e Lagartos e Avenida Brasil, os de A Regra do Jogo foram muito ruins e o pior da trama!

 

Postar um comentário

0 Comentários