Header Ads Widget

header ads

Salve Jorge termina com Giovanna Antonelli roubando a cena

 


Vou ser breve!

América, novela de Gloria Perez, e um dos maiores sucessos da década 2000, a novela superou em história, agilidade, tudo, mas decepcionou no seu último capítulo, que foi chato e morno. Em Caminho das índias, Gloria fez dos primeiros três meses uma novela morna e depois colocou a história para andar, porém, mais uma vez deixou a desejar em seu último capítulo, já que tantos personagens ficaram sem final e o desfecho não honrou a trama, porém a novela era sucesso, ela pôde fazer do jeito que ela queria que tinha conquistado o êxito.

Em Salve Jorge a história foi diferente, a novela começou boa, a audiência não reagiu e pelo tanto de críticas, Gloria resolveu dar outros rumos para a trama. A novela ganhou um novo fôlego e ficou boa, apenas um mês, depois Gloria perdeu o foco, deixou personagens simplesmente sumirem, deixou a desejar nos núcleos paralelos que podiam ter sido muito mais e focou em Giovanna Antonelli, que roubou a novela para si.

Mas isso todos nós sabemos, a diferença é que das outras novelas da autora, essa foi a única que não conseguiu conquistar o público em maioria, porém teve o melhor último capítulo de uma novela da autora que eu assisti, e sim, até mesmo melhor que o fim de seu maior sucesso, O Clone. Terminou de contar as histórias dos núcleos paralelos e também deu ao núcleo principal um fim muito merecido, vilões punidos, traficadas livres, casais se formando e Helô e Stênio se casando e Morena e Théo juntos e felizes. A novela pode ter sido ruim, mas o seu final foi bom e comprova que Glória Perez podia muito bem ter feito de sua novela, uma obra muito melhor. Mas todos esses erros de Salve Jorge poderão ser corrigidos em sua próxima novela, que deve acontecer em alguns anos. Que venha a próxima!

Postar um comentário

0 Comentários