Header Ads

Falta algo em ''Império'' e ''Alto Astral'' é a novela que o horário pedia


"Em Família" terminou e estreou a tão aguardada "Império". "Geração Brasil" terminou e estrou a não tão aguardada "Alto Astral". A primeira, era esperada pelo fato de ser escrita por Aguinaldo Silva, dono de grandes sucessos. Mas a trama estreou, incendiou o horário e agora? Esfriou! Parece que a trama não anda, não acontece! Sinto estar acompanhando uma novela sem grandes acontecimentos, sem uma história daquelas a ser contada. O enredo é interessante, mas falta agilidade. Elenco é ótimo. Direção também. Mas falta algo. Algo na história. É uma sensação de vazio!

Ao contrário de "Alto Astral", estreou e mostrou que era o que o horário precisava. Mesmo com o horário de verão, a novela conseguiu aumentar a audiência do horário em 20% em apenas duas semanas. A história é tradicional e não tem nada de novidade, a diferença é a forma que está sendo contada. Ela conquista e nos deixa com vontade de assistir. Os ganchos são bons e o elenco também é um acerto. Sérgio Guizé, Nathália Dill, mostraram química e Thiago Lacerda e Débora Nascimento são um casal de vilões ótimos, como toda novela precisa. E lembram um pouco de Estevão e Leona, personagens de "Cobras e Lagartos", atualmente em cartaz no "Vale a Pena Ver de Novo" e talvez seja isso que "Império" precise: vilões! 


 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.