Header Ads Widget

header ads

Manu Gavassi foge do óbvio com o EP 'Cute But (still) Psycho'


Quem ouve o nome de Manu Gavassi e lembra de Garoto Errado ou Planos Impossíveis, chegou a hora de se atualizar e ir ouvir os últimos lançamentos da cantora.

Após apresentar trabalho pouco inspirado em MANU (2017), a cantora decidiu fazer música sem visar ser um grande sucesso do mercado atual. Ainda fazendo música pop, mas de uma forma mais original, Manu Gavassi já tinha mostrado no EP Cut But Psycho um outro lado, apresentando uma de suas melhores músicas da carreira, Sim, é sobre você, faixa inspirada composta pela artista sobre um amor do passado.

Nove meses depois, ela lança Cute But (still) Psycho, uma espécie de continuação do trabalho lançado em dezembro. Produzido por Lucas Silveira (Fresno), nesse EP fica ainda mais visível o quanto a cantora está buscando entregar um trabalho com a sua identidade, sem apostar em fórmulas e batidas que estão em evidência no mercado - como fez em seu último álbum de estúdio.

Faixa que abre o álbum, Música Secreta parece ser uma música autobiográfica em um nível mais elevado que as demais do projeto. Falando sobre a dificuldade de lidar com seus sentimentos por ser intensa, Manu entregou uma de suas melhores composições.

"Eu só queria... controlar os meus impulsos, ser menos visceral/ Fazer mais sentido, me faria menos mal/Eu só queria ser normal, sem ser clichê...", esse verso de Áudio de Desculpas, prova que Manu decidiu seguir um caminho em Cut But (still) Psycho, e falar um pouco de sua intensidade e sobre o quanto isso reflete em sua vida pessoal e amorosa.

Assim como no EP anterior, Manu Gavassi fecha esse trabalho falando sobre um amor do passado. Conectados, tanto nas composições quanto no conceito, os dois trabalhos mostram o quanto a cantora buscou amadurecer seu som sem deixar de falar sobre seus sentimentos.


Postar um comentário

0 Comentários