Os 10 anos da versão brasileira de 'Rebelde'

by - março 21, 2021

 


Há 10 anos ia ao ar o primeiro capítulo da versão brasileira de Rebelde. Sophia Abrahão, Micael Borges, Lua Blanco, Arthur Aguiar, Chay Suede e Mel Fronckowiak eram os protagonistas da trama adaptada por Margareth Boury. 

Na época, a audiência comprou a trama adolescente, e a direção e a trama eram bem convidativas. Tinha seus erros, mas para o público alvo era um prato cheio. Além da trama adolescente, os personagens adultos também roubaram a cena em muitos momentos. Adriana Garambone, Lana Rhodes, Eduardo Pires e Daniel Erthal foram personagens que também conquistaram o público.

Após os primeiros 256 capítulos, a trama anunciou uma nova temporada com alguns personagens novos, e foi essa nova fase que a história começou a perder a audiência e credibilidade, abordando o RPG e fazendo com que a trama realista juvenil se transformasse em um circo jogando para todos os lados. Com isso, não teve jeito e o público desistiu da trama, que chegou a marcar 3 pontos de audiência.

REBELDES



Assim como na trama original, tivemos aqui a banda que foi iniciada no porão do colégio Elite Way. E diferente dos remakes, a versão brasileira da banda apostou em faixas inéditas ao invés das versões originais. A composição das faixas ficou a cargo de Rick Bonadio, conhecido por produzir o grupo Rouge, Di Ferrero e Gee Rocha, da banda NX Zero.

O primeiro álbum, Rebeldes, foi lançado no mesmo ano, e o primeiro single foi Do Jeito que Eu Sou, e curiosamente, esse primeiro trabalho da banda não está disponível nas plataformas digitais. Outras faixas como Rebelde Pra Sempre, Quando Estou do Seu Lado, Depois da Chuva e Ponto Fraco, fizeram sucesso e são lembradas até hoje pelo público.

No ano seguinte, a banda lançou a versão ao vivo do álbum, e que além de trazer as canções do primeiro álbum também trazia um momento solo de cada integrante com alguma faixa já conhecida. Teve releituras de Lulu Santos, Lady Gaga, Shakira, entre outros.


Ainda em 2012, lançou o segundo álbum de inéditas e último antes do fim do grupo. Com 12 faixas, a composição também é de Rick Bonadio, Gee Rocha e Di Ferrero. E trouxe Liberdade Consciente e Meu Jeito, Seu Jeito como os primeiros singles.

Enfim, Rebelde completa 10 anos e serve para trazer uma sensação de nostalgia para quem acompanhou a trama na época, assim como a banda. É inevitável falar que a trama não se perdeu, mesmo sendo um dos fãs que jamais desistiram. Mas, existe algo de bom ali, e o peito aperta com uma certa saudade daqueles dias em que cantávamos com plenos pulmões durante a abertura, "meu coração vai ser rebelde para sempreeeee..."

Postagens Semelhantes

0 Comments