Header Ads Widget

header ads

Relembre 'Celebridade', novela de Gilberto Braga que trouxe Malu Mader e Cláudia Abreu como grandes rivais

Em 13 de outubro de 2003 ia ao ar pela primeira vez Celebridade, novela das oito escrita por Gilberto Braga e que trouxe Malu Mader e Cláudia Abreu como as grandes protagonistas, rivais e que deixaram sua marca registrada como um dos maiores embates da dramaturgia. 

A trama gira em torno de Maria Clara Diniz (Malu Mader), uma ex-modelo de renome internacional que se tornou a mais bem sucedida produtora de eventos do Brasil, trazendo shows e exposição para o país. A vida dela muda quando ela conhece Laura (Claudia Abreu), que finge ser sua grande admiradora e consegue um emprego como sua assistente, tramando com o mercenário Marcos (Marcio Garcia) para destruí-la e tomar o seu lugar. O motivo é vingança, já que no passado Ubaldo, padrasto de Laura, escreveu a canção 'Musa de Verão' - a 'Garota de Ipanema' da história - em homenagem a Marília, mãe da moça, porém a música foi roubada pelo falecido noivo de Maria Clara, Wagner, que registrou-a como sua e mentiu que era em homenagem a empresária, contando com a ajuda de seu irmão Ernesto e de seu sócio, Lineu Vasconcellos. Revoltado, Ubaldo matou Wagner e foi preso, enquanto  a mãe de Laura entrou em depressão e se matou, deixando a garota crescer em uma vida pobre e miserável, jurando se vingar dos que destruíram sua família. O que ela não sabe é que Maria Clara é inocente e nunca soube da verdade, também sendo uma vítima da mentira. 

Inicialmente a novela estava prevista para substituir O Clone, porém ela foi adiada para que a exibição não fosse junto com a de Desejos de Mulher, novela das sete que também tinha como enredo central a fama.

Depois, Gilberto Braga foi obrigado a mudar a profissão da protagonista; inicialmente ela seria uma estrela do telejornalismo. Isso incomodou os jornalistas da emissora, que temiam confusão entre a ficção e a realidade. Para realizar todas as mudanças necessárias, o autor precisou de mais tempo, tendo a estreia adiada mais uma vez.

A partir do capítulo 110, que foi ao ar em 17 de fevereiro de 2004, a trama tem uma reviravolta. Neste capítulo, o personagem Lineu (Hugo Carvana) é assassinado misteriosamente. Daí por diante, o mistério da sua morte é um dos fios condutores da trama. O uso do quem matou é um dos recursos utilizados pelo autor Gilberto Braga em quase todas as suas novelas.

O autor escreveu três finais diferentes e os atores receberam o texto minutos antes de gravarem as cenas.

Um dos momentos mais marcantes na trama, exibida no capítulo 169 de 26 de abril de 2004, é quando Maria Clara (Malu Mader) dá uma surra em Laura (Cláudia Abreu) dentro de um banheiro. Foi considerada uma das maiores surras da dramaturgia, com um total de 28 tapas.

A trama teve um grande número de participações. O cantor Roberto Carlos teve uma participação no capítulo de 1 de dezembro de 2003, contracenando com Malu Mader e Brunno Abrahão. As imagens foram gravadas em um show do cantor no Olympia, em São Paulo. 

Ao longo da novela, outras celebridades do mundo da música fizeram participações especiais como Ana Carolina, Gal Costa, Erasmo Carlos, Lulu Santos, Rita Lee, Gilberto Gil, Zeca Pagodinho, Dudu Nobre, Alcione, Simone, Ed Motta, entre outros. Os internacionais Simply Red, Julio Iglesias e Alanis Morissette chegaram a realizar shows na novela. Celebridades não ligadas à música também apareceram, como o escritor Zuenir Ventura, o carnavalesco Joãosinho Trinta, a socialite Narcisa Tamborindeguy, o português Tony Correia, famoso na novela Locomotivas de 1977 com o personagem Machadinho, participou de Celebridade como um dos convidados do Espaço Fama, e o autor de novelas Sílvio de Abreu, grande amigo do autor Gilberto Braga. Ana Paula Arósio fez uma participação na reta final da trama, interpretando uma motoqueira que se apaixona por Hugo (Henri Castelli).

Postar um comentário

0 Comentários